Fobias e Medos | Crianças

Recebemos muitas crianças com fobias e medos e percebemos que boa parte delas são herança. Se alguém na família tem medo de cães a criança vai ter medo de cães ou de gatos, ou de alturas, ou de velocidade. Por isso sugerimos sempre que se trate da fobia do adulto também para eliminar o estímulo externo que a criança tem vindo a receber.

Medos

Depois á aquelas fobias que são resultado das brincadeiras dos amiguinhos na escola. Passam a ter medo de dormir sozinhos, ou de luz apagada, de ir a algum lado que esteja escuro. Aí basta chamar o super herói e em hipnose lá se vai o medo.
Todos os comportamentos são aprendidos e por essa razão também são desaprendidos.

Em hipnose em poucas sessões curamos as fobias dos meninos e meninas para que fiquem livres para serem crianças felizes outra vez.

É na infância que uma série de medos se cria e se torna mais intensa, sendo que alguns deles podem permanecer a vida toda. O desafio dos pais é tranquilizar e estimular o filho a enfrentar temores reais e imaginários. É natural e esperado que as crianças sintam medo. Ele é um alerta de que algo ameaçador pode acontecer e evita que o ser humano corra riscos desnecessários. A ausência dele, em certas idades, é até preocupante: se uma criança não desenvolve o medo instintivo de altura, por exemplo, pode gatinhar até a beira da cama ou do sofá e cair.

Os medos das crianças não têm necessariamente relações objetivas com a realidade, mas é uma interpretação que os pequenos fazem dela. E os medos começam bastante cedo:

De 0 a 12 meses: Perda do amparo/ Barulhos intensos/luzes intensas

MEDO DA SEPARAÇÃO, DE RUÍDOS INTENSOS E INESPERADOS, DE QUEDAS E DE LUZES FORTES

O bebé precisa de se sentir aconchegado e seguro. A presença e a atenção dos pais são as melhores formas de o tranquilizar. Devem ser respeitados os ritmos do bebé e agir com ele delicadamente em todas as circunstâncias.

 

De 12 aos 2 anos: Separação dos pais/ Pessoas estranhas / Imprevistos / Objetos vagos/

MEDO DE AMBIENTES E PESSOAS ESTRANHAS, MEDO DA SEPARAÇÃO DOS PAIS

O medo da separação dos pais afeta muitas crianças. Por vezes, o bebé chora à noite só porque precisa de saber que a mãe ou o pai estão por perto e atentos às suas necessidades.

A relação de amor e confiança e que os pais estabelecem com os filhos desde o nascimento, ajuda a definir a personalidade da criança e reforça o seu grau de segurança, preparando-a, também, para este primeiro afastamento.

A ida para a creche representa uma grande mudança e motivo de grande ansiedade não só para a criança mas também para a mãe que o vai deixar por longas horas entregue aos cuidados de outras pessoas. A vida da criança, com a mãe o pai, avós ou cuidador sempre por perto durante todo o dia, dá lugar a uma vida nova, num sitio desconhecido, com outras crianças, com educadores e uma rotina completamente diferente.

Os pais devem acompanhar o bebé e estar presentes em novas situações e a mãe preparada para deixar o filho tranquilamente na creche.

 

2 aos 3 anos: Separação dos pais/ Ser abandonada pelos pais/ Barulhos / Animais / locais estranhos /máscaras /animais

MEDO DO ESCURO, DE FICAR SOZINHA, DE ANIMAIS, DO TREINO DO BACIO, DE PESSOAS MASCARADAS

Evite surpreender a criança com situações que a podem assustar. Mostre-lhe que as fantasias são apenas uma brincadeira e que não escondem nada de anormal. Se o seu filho tiver medo de dormir no escuro, deixe parte da persiana aberta ou uma luz de presença acesa.

Cumpra a rotina do sono, leia uma história tranquila antes de adormecer e dê-lhe muitos miminhos. As crianças necessitam de um ambiente harmonioso, seguro e sem grandes alterações para se sentirem tranquilas e confortadas.

O treino para usar o bacio é uma questão que suscita muitas dúvidas aos pais e que pode causar muita ansiedade na criança se o seu ritmo não for respeitado. Lembre-se que esta nova fase é muito exigente e que envolve a aquisição de uma série de competências e de tempo para que possam ser exercitadas e interiorizadas.

Encare cada nova fase do desenvolvimento da criança com conhecimento e tranquilidade. Ajude-a a enfrentar as suas dificuldades, tenha paciência e valorize cada pequena conquista.

 

Dos 3 aos 5 anos: Separação dos pais / Animais / Pessoas más: ladrões / Dano físico

MEDO DO ESCURO, DE MONSTROS, FANTASMAS, DO ESCURO, DE ANIMAIS, DA TROVOADA E MEDO DE SE PERDER

Converse com a criança sobre os seus medos e tente que perceba que são fantasias da sua cabeça. Evite contar histórias assustadoras, que impressionem a criança e aumentem a angústia na hora de deitar.

Se o seu filho tiver medo porque pensa que alguma coisa se esconde debaixo da cama, pegue numa lanterna e espreitem juntos para debaixo da cama para o tranquilizar. Encoraje a criança a falar diretamente com os seus próprios medos.

Ensine-lhe o nome completo, a morada de casa e o seu número de telefone/telemóvel. Diga-lhe como pedir ajuda em situações concretas quando estiverem nos locais. Por exemplo, se estiver num centro comercial, diga-lhe o que deveria fazer para que a encontrassem. Solicite a pulseira do programa da PSP “Estou aqui!” e explique à criança como funciona.

Explique os fenómenos naturais tal como eles são evitando explicações como “Deus está zangado e está a resmungar.” Se a criança manifestar medo, deve serená-la e ajuda-la a enfrentar o medo, mostrando-se tranquila. A criança percebe que não está em perigo e acalma.

Ensine o seu filho a substituir as imagens ou pensamentos assustadores por outros que sejam tranquilizadores e que transmitam conforto e segurança.

 

A partir dos 5 anos: Separação dos pais/ Seres sobrenaturais – monstros / Bruxas / Trovoadas / Dormir ou ficar sozinho / Escuro

DIVÓRCIO DOS PAIS, MEDO DE SER ESQUECIDO NA ESCOLA, DE PERSONAGENS ASSUSTADORAS, DA VIOLÊNCIA, DE SE PERDER

Ensine o seu filho a manter-se afastado de estranhos, a afastar-se, a não aceitar presentes e a não acompanhar pessoas que desconhece mantendo-se em local seguro junto de pessoas conhecidas. Garanta que percebe que não deve sair da escola sozinho e que deve procurar a ajuda de um adulto de confiança caso seja abordado por um desconhecido. Se se atrasar para o ir buscar à escola avise os funcionários e peça para informarem o seu filho que chegará mais tarde ou que outra pessoa o vai buscar.

Evite ver filmes de terror ou violentos com a criança. Ajude-a a perceber o que é a realidade e a ficção.

 

6 e 7 anos: Seres sobrenaturais / Escuro / Ficar só / Filmes, notícias, informações transmitidas pelos media / Ofensas corporais

MEDO DA PRÓPRIA MORTE E DA PERDA/MORTE DOS PAIS, MEDO DA REJEIÇÃO SOCIAL

A partir desta idade, a criança toma consciência que a morte é algo irreversível. A perda de alguém próximo pode dar origem a muitas dúvidas e anseios sobre a sua própria vida e a dos pais. Após o contacto com a morte, algumas crianças desenvolvem medos sobre determinados locais e circunstâncias que relacionam com esse acontecimento.

Podem torna-se nervosas, ansiosas e pouco confortáveis quando confrontadas com situações que relacionam com a morte como a ida ao hospital, o som da sirene de uma ambulância, uma doença ou a ida a uma consulta.

Se a criança fizer perguntas sobre a morte, diga a verdade de forma delicada e apropriada à idade/maturidade da criança, reconforte-a mas sem promessas que não pode cumprir. Converse, ajude-a a perceber como pode ultrapassar esse medo e pergunte-lhe o que pode você fazer para que se sinta segura.

Tenha paciência e compreensão, apoie, faça companhia, dê apoio, mantenha as rotinas, dedique mais tempo às atividades em conjunto e evite que a criança se sinta incompreendida, isolada e abandonada.

9 aos 12 anos: Medos relacionados com a escola: exames, professores, reprovações / Aparência física: acne, gordura / Trovoada, relâmpagos e  tremores de terra / Morte / Conflitos entre os pais

Contacte-nos, teremos muito gosto em esclarecer as suas dúvidas

Fobias e Medos | Crianças
4.8 (95.65%) 23 votos

Contactos:
911000333/252218388
terapiasdamente@gmail.com

Morada:
Santa Cristina do Couto
Praça 25 de Abril, Loja 15 Bloco A
4780-757 Santo Tirso
(por detrás do colégio de Lourdes)

Contactos | Termos | Cookies | Privacidade
terapiasdamente.pt © 2018 Todos direitos reservados | Produção: PTnet.net & PTlojas.com