O Divórcio

Os sentimentos que tendencialmente antecedem o divórcio passam pela sensação de coexistência, coabitação no mesmo espaço, mas que nada mais existe para além de um tecto co-partilhado.

Na chegada de um processo de divórcio, tendencialmente surgem as dificuldades no modo como as pessoas se relacionam após o mesmo, assim como as dificuldades na aceitação das respectivas famílias e nas crianças. Embora o divórcio poder ser uma decisão conjunta entre o casal, esta é tendencialmente um dos mais stressantes acontecimentos de vida de um adulto.

Os Pais

O afastamento do casal jamais se fará na totalidade quando existem filhos. Os conjugues podem separar-se ou divorciar-se renegando à vida que partilharam mas continuarão “unidos” pela parental idade pois enquanto viverem serão os pais dos mesmos filhos. No meio do sofrimento e dos sentimentos de perda inerentes ao divórcio, mesmo que seja uma solução consciente e promotora de maior qualidade de vida para as partes, é preciso ponderar como agir para resguardar as crianças da participação directa no conflito, preservando a relação privilegiada que detém com cada um dos progenitores

As crianças

As crianças - Processo De DivórcioO processo de divórcio é quase sempre acompanhado de divorcio2 ambivalência, dúvida e incerteza acerca do futuro, acresce ainda, que no caso de crianças envolvidas estas podem sentir negação, sentimentos de abandono, revolta, culpa, preocupação com a possível reconciliação e perturbações do comportamento.

A intervenção

Neste sentido, uma intervenção psicológica dirigida a filhos de pais separados e/ou fase de divórcio tem como objectivo a prevenção de situações de mal-estar psicológico, problemas de aprendizagem, alterações de comportamento, podendo colocar em causa o desenvolvimento e estabilidade emocional das crianças.   Mesmo quando as crianças não apresentam problemas de ordem emocional ou de aprendizagem esta intervenção pode prevenir dificuldades futuras, pois muitas vezes ficam gravadas comportamentos e impressões que levarão para a vida adulta.Através da intervenção psicológica dos membros do casal e/ou dos filhos do casal divorciado, promove-se a saúde com o objectivo de enfrentar de uma forma funcional as situações que induzem stress ou dificuldades de ajustamento, nomeadamente desenvolvendo a comunicação, as capacidades de resolução de problemas, enquadrando as experiências afectivas e melhorando as possibilidades de apoio nestes casos específicos.

O processo de divórcio
4.5 (90%) 16 votos

3 Comentários
  • Ana Vinhas
    Colocado

    Procurei ajuda não só por mim, mas para ajudar os meus filhos e recomendo.

  • Célia Lima
    Colocado

    Excelentes profissionais, recomendo sem duvida.

  • Luna
    Colocado

    Tive que recorrer a ajuda destes profissionais para ultrapassar o desgosto de um divorcio…

Comentar

Contactos:
911000333/252218388
terapiasdamente@gmail.com

Morada:
Santa Cristina do Couto
Praça 25 de Abril, Loja 15 Bloco A
4780-757 Santo Tirso
(por detrás do colégio de Lourdes)

Contactos | Termos | Cookies | Privacidade
terapiasdamente.pt © 2018 Todos direitos reservados | Produção: PTnet.net & PTlojas.com