Ansiedade e Medo – A Hipnose Clínica no tratamento

Muito se fala sobre a ansiedade , nos apresentam os sintomas para que possamos identificar se sofro ou não da malvada doença. Alguns me dirão que é hereditário, o que é parcialmente verdadeiro. Outros dirão que é psicossomático. Outros dirão que terá tido origem num acontecimento traumático. Outros lhe darão a possibilidade de ser algo de uma vida passada.

Bem, na verdade todos os quadros são possíveis. Para se manifestar o sintoma da ansiedade pode haver uma só das razões que apresentei ou várias, ou todas.

Vamos falar sobre a hereditariedade de um sintoma. Eu sou criança, vivo com o meu pai que trabalha até muito tarde, mas nunca tem dinheiro. Está sempre aflito e com medo de não conseguir pagar as contas ao final do mês. Tenho uma mãe medrosa, vive enfiada em casa sempre a dizer mal da vida que não há meio de correr bem. Ambos se lamentam sobre a vida e vivem aflitos com medo do futuro. O discurso, já o sei de cor. “ esta vida é muito má” , “ nada corre como a gente quer”, “ é tudo tão difícil” , “ não temos sorte nenhuma” . E eu cresço. Como? Como eu cresço? Como é que me torno? Eu que aprendi que não se pode confiar na vida. Que a vida é má. Claramente serei inseguro, medroso, ansioso. A ansiedade não é herdada por contágio, ela é aprendida. Eu aprendo a ser ansioso. Eu , ao longo da minha vida, tiro um mestrado em ansiedade com os meus pais. Eu herdo porque repito a mesma ladainha e porque o que penso, eu materializo e acabo como eles.

Mas porque eu tenho estes pais ansiosos? Que sorte é esta que me trouxe estes pais? Para quê? Qual a função que eles tem afinal? Se eu aprendo com eles é porque eles me ensinam e se eles me ensinam é porque eles são os professores. Porque escolhi eu estes professores? Sim porque antes de encarnar escolhemos os nossos pais, sobre isso não tenhamos duvidas.

Voltamos atrás, antes de encarnar eu percebo o que é importante para a minha evolução, para o meu crescimento espiritual. Eu percebo quais as disciplinas que devo fazer desta vez. E quando eu não passo na disciplina, eu tenho que repetir o exame. Ora se eu tenho pais ansiosos é porque eles se disponibilizaram a espelhar o que eu preciso aprender a superar. Depois eu vou tendencialmente reproduzir formas de pensamento, crenças, ações, comportamentos e certamente me tornarei num adulto que sofre de ansiedade. Um adulto que não confia na vida e que a acha muito difícil. Repito um padrão familiar.

Vai haver um momento que tudo se torna tão complicado que eu começo até a ficar doente. Tenho ataques de ansiedade, posso até ter um AVC . Então o ataque de pânico ou o AVC é psicossomático porque tem uma origem mental e emocional, não é real.

Eu construi um processo que me levou ao sintoma da ansiedade, do ataque de pânico, do AVC.

Além disso há outra questão importantíssima. O nosso eu. Onde anda no meio de tudo isto? Se eu não tivesse crescido naquele ambiente como seria?

Se não houvesse ansiedade, como seria?

O que é que ela me impede de fazer?

Onde é que a ansiedade me impede de chegar?

Se ela cresce é porque há uma parte de mim que lhe dá alimento. Que parte é essa que tem servido de nutrição para a ansiedade?

E neste pouquinho percebemos que há muito trabalho psicoterapêutico a fazer. Não para colocar pensos rápidos, nem imaginar luzinhas coloridas, mas trabalho de tomada de consciência, transpessoal profundo e limpeza karmica e energética séria que o deixará livre do sintoma de uma vez por todas.

Trabalhamos com hipnose clinica e regressiva, transpessoal, coaching de vida, psicoterapia, constelações , Programação-neuro-linguistisca, estudo karmico e estudo numerológico.

Mais informação sobre ansiedade na wikipedia, clique aqui.

Contacte-nos, teremos muito gosto em esclarecer as suas duvidas.
Telefone: 91 1000 333
Email: At.terapiasdamente@gmail.com

O que é Ansiedade?

Ansiedade é nada mais do que sentir medo, seja de falhar, estar exposto, ser julgado, de perder o controlo ou até morrer. É normal surgir especialmente em situações desconhecidas e quando assim é, despoleta os taques de ansiedade. Começamos a supor que vai acontecer algo de errado e conjecturamos até que aconteça. Trata-se de um mecanismo de defesa e ajuda-nos a precaver determinadas situações para não sermos afetados pelas mesmas. Funciona como um alerta para nos prepararmos. Este processo é designado por ansiedade funcional por ser uma emoção útil à pessoa que a está a viver.

Porém existem situações em que o medo apodera-se dos pensamentos, sendo desproporcional à ameaça. É assim que surgem as fobias que são definidas como ansiedade disfuncional.

A Ansiedade é excesso de futuro na nossa mente criada com base no medo.

Para controlar a ansiedade, a pessoa ansiosa tem de começar a confiar no futuro e procurar a todos os momentos aproveitar o presente, que é isso mesmo: um presente que a vida nos dá.

Salientamos, as crises de ansiedade não surgem na vida da pessoa como uma escolha. Acredita-se que vivências interpessoais e problemas relacionados com a infância possam estar na origem dos sintomas relacionados com este distúrbio emocional.

Todas as pessoas sentem ansiedade em algum momento das suas vidas, principalmente com a vida atribulada da actualidade. A ansiedade acaba por tornar-se uma constante na vida de muitas pessoas e dependendo do grau ou da frequência, pode tornar-se patológica e acarretar muitos problemas posteriores. Mas esta patologia pode ser tratada e curada! E a Hipnose Clínica é a resposta!

Sintomas de ansiedade

  • Coração acelerado
  • Suor intenso
  • Inquietação
  • Retenção ou frequência urinária
  • Tonturas
  • Sensação de desconforto
  • Tremores
  • Sensação de desmaio
  • Falta de ar
  • Picadas nas mãos e nos pés
  • Confusão
  • Instabilidade ou sensação de desmaio

A Hipnose clínica vai à origem do problema, por isso liberta-o dos sintomas rápidamente

Imagine este exemplo: ” Está em casa, num fim de semana a descansar depois de uma semana de trabalho extenuante e está no seu sofá a relaxar, num ambiente calmo, a ouvir uma música e de repente o vizinho começa a fazer barulho, a fazer furos na parede, a martelar, a arrastar móveis, uma obra que não parece ter fim. Uma dor de cabeça começa a formar-se e à medida que o dia passa o barulho continua e a dor de cabeça teima em não passar. Não quer falar com o vizinho para não criar mau ambiente e porque sabe que ele só pode aproveitar o fim de semana para fazer estas remodelações. Recorre a medicação mas a dor persiste. A noite cai e o vizinho não cessa a infindável obra. Cansado, farto do barulho e cheio de dores de cabeça apesar da medicação que tomou, resolve falar com o vizinho e pedir para respeitar a sua posição. A obra para , o barulho acaba, a calma volta e você permite-se relaxar e a dor vai passando. Bastava isso, ir à raiz do problema.

A Hipnose Clínica é isso mesmo, não se limita a tratar os sintomas, vai à origem do problema e liberta-o.

Através de hipnoterapia, trabalha-se a nível emocional para baixar os níveis de ansiedade do paciente através de relaxamento e um trabalho mais profundo, para desligar o “modo alerta”, com “a cabeça a mil à hora”,  cheia de pensamentos e imagens que não dão sossego. Existe um acumular de experiências e só indo à origem da emoção que originou a patologia se encontra solução.

É nesse momento que a tomada de consciência sobre o medo surge e a ansiedade deixa de se manifestar. A Hipnose acelera todo esse processo de consciencialização, por isso é que funciona tão bem.

Contacte-nos, teremos muito gosto em esclarecer as suas duvidas.
Telefone: 91 1000 333
Email: At.terapiasdamente@gmail.com